O café como pausa no home office - Por Laura Gluer

O café tem sido um fiel companheiro de muitos turnos de home office. Se a hora do cafezinho já era importante nos escritórios e nas sedes das empresas, agora, no ambiente doméstico, o ritual de preparar e tomar a bebida tornou-se uma pausa solitária.


Mas, se o ritual do café ganhou novo formato nestes tempos de trabalho remoto, vale questionar o que estamos fazendo na nossa “nova rotina”. Será que estamos dividindo bem o nosso tempo? Será que conseguimos ter equilíbrio entre o pessoal e o profissional e manter o foco quando é necessário? Nossa energia está na medida necessária? Ou podemos render mais?


Por outro lado, será que não estamos nos exigindo demais? Você é capaz de tomar um café e olhar a paisagem da janela, usufruir da oportunidade de presenciar os primeiros passos do seu filho, o que talvez não poderia em tempos chamados normais? Você está se permitindo aprender uma receita nova de cappuccino ou colocar em uso aquela prensa francesa que ganhou de Natal da sua tia?


O café dá energia, aumenta a nossa produtividade e, por isso, está nas recepções, salas de reuniões e copas dos escritórios. Mas o consumo da bebida também serve como um momento de pausa para oxigenar as ideias. E hoje o meu convite é justamente para você aproveitar este momento também para relaxar e organizar suas ideias. Entre um gole e outro do seu café, é possível praticar uma pausa na rotina do home office.


Desde que a pandemia começou, um novo vírus se espalha no mundo corporativo. Com medo de reduzir a produtividade, um ritmo acelerado foi imposto. Separar o tempo profissional do pessoal é difícil quando o whatsapp não para de tocar ou o link da próxima videoconferência avisa. E tudo isso na sala de casa, com seu pet por perto querendo brincar, com o feijão na panela, usando chinelos de dedo ao invés de sapatos sociais (aqui no sul estamos de pantufas).


A realidade aponta para mais alguns meses de comunicação mediada pela tecnologia. Ainda teremos de tomar muitos cafés em casa, sem o contato com outros colegas. Alguns dizem que a vida corporativa nunca mais será a mesma e organizações anunciam que o home office veio para ficar, mesmo após a pandemia.


Por isso, é fundamental que saibamos aproveitar este momento para o aprendizado individual e coletivo, reposicionando o espaço do trabalho em nossas vidas, retomando laços perdidos e estabelecendo novos e importantes vínculos. É importante ver nessa crise sanitária de proporção mundial uma oportunidade de autoconhecimento, de identificar nossos próprios limites e de experimentar novas sensações.


Naturalmente que estamos sentindo falta da interação humana, do olho no olho, da tia do cafezinho trazendo aquela mágica bebida, do barulho das xícaras enquanto fazemos reunião em uma cafeteria.  E, possivelmente, em alguns meses possamos experimentar tudo isso novamente. Mas talvez em outro ritmo e com um novo olhar.

Pense nisso. Pensou? Então levante-se e vá tomar um café com calma, sem culpa, sorvendo todo o blend e sabor da nossa bebida favorita.


Laura Gluer é jornalista, professora universitária e publisher da plataforma Café Combustível

19 visualizações